COMUNICADO DE IMPRENSA

Lista de “Procurados” é apresentada na véspera da votação crucial contra Cunha


*** Avaaz publica dossiê online sobre os deputados que podem livrar Eduardo Cunha da cassação. Milhares de queixas públicas aparecem nas redes sociais. ***

 

A Avaaz lançou hoje uma campanha para desmoralizar alguns dos membros do Conselho de Ética, antes da importante votação pela cassação da Eduardo Cunha, que deve acontecer amanhã. Durante a manhã, membros da Avaaz distribuíram imagens dos "Procurados" dentro e fora do Congresso, que podem ser vistas no seguinte endereço: https://avaaz.org/en/tropa_do_cunha/

 

O dossiê online afirma:

 

Eduardo Cunha está sendo investigado no esquema de propinas da Lava Jato, por ter embolsado 40 milhões de dólares em contas secretas na Suíça e por ter mentindo sobre isso para seus próprios colegas em uma comissão importante do Congresso. Há um mês, a Suprema Corte suspendeu Eduardo Cunha do cargo de presidente da Câmara e do seu mandato, e uma pesquisa do Datafolha apontou que 77% dos brasileiros querem a cassação de seu mandato.

 

Apesar disso, alguns membros do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara (a comissão que pode determinar a cassação do seu mandato), parecem estar prontos para vender sua alma política para salvar a cabeça de Eduardo Cunha. Ao invés de combater a corrupção, estes deputados estão usando o mandato que receberam do povo brasileiro para defender o poder e influência de Cunha!

 

A lista de procurados é:

 

  • Tia Eron (PRB-BA)

  • João Carlos Bacelar (PR-BA)

  • André Fufuca (PP-MA)

  • Nelson Meurer (PP-PR)

  • Sérgio Moraes (PTB-RS)

  • Wellington Roberto (PR-PB)

  • Alberto Filho (PMDB-MA)

  • Laerte Bessa (PR-DF)

  • Mauro Lopes (PMDB-MG)

  • Washington Reis (PMDB-RJ)

  • Wladimir Costa (SD-PA)

 

O objetivo desta campanha é chamar a atenção dos deputados através das redes sociais e fora da internet: eles precisam saber que, caso continuem coniventes com Eduardo Cunha, sofrerão as consequências, podendo perder o crédito junto aos eleitores. Ao ser lançada nas redes sociais e na web nas próximas horas, a campanha solicitará aos membros da Avaaz que liguem para os deputados e divulguem os cartazes dos parlamentares procurados nas redes sociais, usando hashtags como #ForaCunha OU #TropaDoCunha

 

Para mais informações, consulte: [email protected]